Com a ajuda da internet, qualquer empresa pode se posicionar em seu público alvo ou consagrar uma grande marca junto aos seus consumidores. Isso porque as informações são mais acessíveis que antes da era da internet, sendo assim, todo mundo pode pesquisar sobre determinada marca e saber se ela é ou não confiável.

Contudo, nem toda marca se dá bem no ambiente online, pois há os chamados “haters”, que são aqueles perfis das redes sociais que atacam internautas e figuras populares por não aceitarem opiniões que sejam divergentes das dele. O que significa, que se a empresa ou a marca não souber lidar com esse tipo de usuário, todo o negócio poderá ir a falência.

Segundo a especialista que atua em redes sociais, Kim Archetti, o número de haters tem aumentado constantemente nas redes sociais, mas isso não quer dizer que os empreendedores devem deixar esse ambiente por medo de ver a sua empresa ou marca ser ofendida por esses perfis. Muito pelo contrário, a especialista afirma que não há nada melhor para o marketing de um negócio do que a divulgação de sua marca nas redes sociais.

Na opinião da especialista, os empreendedores compreendem que as redes sociais são ótimos mecanismos para manter a marca sobre os holofotes de seus consumidores, contudo, ela avalia que a maioria dos empreendedores “perdem a mão ao buscar manter a página constantemente atualizada com novos conteúdos e interagir o tempo todo com o consumidor. Ao invés de oferecerem conteúdos relevantes para os clientes e se tornarem protagonistas no mercado, acabam sendo ‘haters’ e alimentando o ódio de seus seguidores nas redes sociais”, disse Kim Archetti.

A especialista esclarece que um dos maiores erros é atrelar o perfil pessoal ao perfil do negócio nas redes sociais. “É preciso cuidado na hora de usar um mesmo perfil para trabalhar a imagem pessoal e profissional, uma vez que, entre seus amigos, podem estar possíveis clientes, fornecedores e parceiros. Você pode perder grandes oportunidades ao agir por impulso, comentando tópicos somente de seu interesse”, disse Kim Archetti.

Além disso, Archetti explica alguns passos para quem quer manter a marca em evidência na internet sem a interferência dos haters:

– Não marque pessoas que não sejam próximas em posts relacionados ao negócio;

– Não adicione pessoas em grupos relacionados à marca sem que ela permita;

– Não adicione todos os seus contatos da rede social na lista de transmissão;

– Evite compartilhar temas polêmicos, ou reflita antes sobre eles;

– Não responda a nenhum comentário com grosseria.